Extra — 18 de julho de 2012
Benício Del Toro – de Los Angeles a Havana, ainda um bad boy

Bad boy do cinema independente, Benicio Del Toro nasceu em Porto Rico, em 1967. Mudou-se para Pensilvânia depois de perder a mãe.

Seguindo os passos do pai, estudou administração na Universidade da Califórnia, mas depois resolveu mudar de curso para teatro. Começou, então, a atuar em peças e chamar atenção. Por seus papéis no Festival de Teatro Lafayette, em Nova York, Del Toro foi convidado para entrar ao Circle in The Square Acting School e depois para a escola Stella Adler Conservatory, onde ganhou uma bolsa de estudo.

O próximo passo foi se mudar para Los Angeles. Depois de dois anos morando na cidade, conseguiu seu primeiro papel na série Miami Vice em 1984. Sua carreira no cinema começou mais tarde, só em 1988, no longa Meu Filme Circense. No ano seguinte, conseguiu um papel em um dos filmes da série James Bond. Com os Suspeitos ganhou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Independent Spirit Award. Ele volta a receber o mesmo prêmio, por seu desempenho em Basquiat – Traços de uma Vida, sendo a primeira vez que um ator o conquista duas vezes seguidas.

Seu primeiro grande papel veio apenas em 1997, com Excesso de Bagagem, ao lado de Alicia Silverstone, que também produziu o filme e escolheu Benicio a dedo. No ano seguinte, atuou em Medo e Delírio, e dividiu as telonas com Johnny Depp. Para o longa, ganhou 18 kilos. Em 2000, Benicio teve reviravolta em sua carreira. Em Traffic, de Steven Soderbergh, ele conquistou o Oscar e o Globo de Ouro de Ator Coadjuvante.

Escolhido como uma das personalidades mais bonitas do mundo (e conhecido como o Brad Pitt portorriquenho), ele é famoso por seus papéis de bad boy, como gangster e viciado em drogas (Coisas que Perdemos no Caminho e 21 Gramas). Steven Soderbergh, em 2008, repetiu a dose de sucesso em Traffic e o convidou para atuar nos dois volumes do filme Che. A produção fez Benicio ganhar o prêmio de interpretação masculina no Festival de Cannes para o Melhor Ator Principal.

E não parou por aí, Benicio atuou no filme O Lobisomem como Lawrence Talbot, e agora como Lado no filme Selvagens, de Oliver Stone.

O Trailer é uma cortesia da Universal Pictures >

Selvagens será lançado 19 de Outubro nos cinemas brasileiros

Além de Selvagens, Benício agora faz sua estréia na direção do seu primeiro longa, 7 dias em Havana. O filme conta com rostos conhecidos como Daniel Brühl (de Bastardos Inglórios e O Violinista que Veio do Mar) e Josh Hutcherson (de Jogos Vorazes e Viagem ao Centro da Terra) e conta a história de um jovem ator que vai para Cuba tentar fazer sua carreira como ator vingar. Antes de 7 Dias em Havana, Benício dirigiu apenas um curta chamado Submission. 7 Dias em Havana ainda não tem previsão de lançamento no Brasil, mas você pode conferir o trailer abaixo, cortesia da Wild Bunch >

Comente

Veja Também

Compartilhe!

Sobre o Autor

Jânio Nazareth

O jornalista Jânio Nazareth cobre a indústria do cinema em Hollywood, em Los Angeles. Além de produzir o boletim Repórter Hollywood na internet, também cobre as novidades da 7a arte para o programa Okay Pessoal com Otávio Mesquita no SBT