Extra — 7 de junho de 2012
Deus da Carnificina

Deus da Carnificina é uma comédia de humor negro co-escrito e dirigido por Roman Polanski, baseado na peça homônima francesa de Yasmina Reza. O filme é uma co-produção internacional entre a França, Alemanha, Espanha e Polônia.

A TRAMA

Quando dois meninos da escola primária entram em confronto no parque e um deles atinge o outro na boca com um pedaço de pau, seus pais se encontram em um apartamento no Brooklyn para discutir o assunto. Os pais do rapaz, segurando firmemente o pedaço de pau, Alan e Nancy Cowan (Waltz e Winslet), visitam a casa de Michael e Penelope Longstreet (Reilly e Foster), que são os pais do menino que foi atingido. O encontro, que inicialmente era para ser uma visita curta, dada as circunstâncias, tais como os vômitos de Nancy na sala dos Longstreet e inúmeras conversas de Alan no celular, a tornam extremamente prolongada.

O trailer é uma cortesia da Imagem Filmes >

Na primeira troca verbal entre os dois casais, ambos mantém um alto grau de civilidade, mas quando as diferenças entre eles começam a surgir, gradualmente os casais ficam um contra ao outro e, finalmente, cada um reserva-se ao seu próprio cônjuge. Conforme sua civilidade e inibição vão embora, auxiliados por uma garrafa de whisky escocês, a genialidade desaparece, descendo o nível a uma completa guerra verbal, com todos os defeitos de seus personagens expostos. No final, o filme corta para imagens dos dois meninos voltando a ser amigos por conta própria, sem a ajuda de seus pais, enquanto os créditos rolam e eles continuam a brincar no parque. 

O FUGITIVO

Embora situado no Brooklyn, Nova York, o filme foi rodado em Paris, devido ao status de fugitivo de Polanski. Nos anos 60, o diretor foi acusado de estuprar uma menina de 13 anos, depois de seduzi-la com um suposto desconto para seu book de fotos de moda e embriagá-la com alcool. O diretor fugiu dos Estado s Unidos antes do julgamento. Desde então, não pode voltar ao país, onde existem ordens de prisão contra o diretor.

A CRÍTICA

Deus da Carnificina tem recebido avaliações positivas dos críticos. Possui 72% de novas críticas no Rotten Tomatoes, que dizem, “Não é tão convincente na tela como era no palco, mas Deus da Carnificina compensa suas falhas com a direção suave de Polanski e performances fortes de Winslet e Foster. Já no Metacritic, que usa a média de opiniões dos críticos, o filme tem uma pontuação de 61/100, indicando “avaliações favoráveis”.

Ler o original em ingles na Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Carnage_(2011_film)

Comente

Veja Também

Compartilhe!

Sobre o Autor

Jânio Nazareth

O jornalista Jânio Nazareth cobre a indústria do cinema em Hollywood, em Los Angeles. Além de produzir o boletim Repórter Hollywood na internet, também cobre as novidades da 7a arte para o programa Okay Pessoal com Otávio Mesquita no SBT